São Paulo Companhia de Dança faz últimas apresentações do ano na capital paulista acompanhada pela Orquestra do Theatro São Pedro

Patricia Marrese, 7 de dezembro de 2020

SPCD
São Paulo Cia de Dança, CF: Fernanda Kirmayr

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD), gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, em parceria com a Santa Marcelina Cultura – com direção artística-pedagógica de Paulo Zuben –, realiza apresentações entre os dias 10 e 13 de dezembro (quinta à sábado, às 20h; domingo, às 17h) no Theatro São Pedro. Esses serão os últimos espetáculos da Companhia na capital paulista em 2020 e eles contarão com plateia limitada a 40% da lotação máxima do Theatro, seguindo os protocolos de distanciamento exigidos pelas entidades governamentais. A apresentação também será transmitida, gratuitamente, no dia 13 de dezembro (domingo), às 17h, em exibição única, no canal do Theatro no YouTube.

O espetáculo é composto por cinco partes, sendo dois momentos somente com a Orquestra do Theatro São Pedro, sob regência do maestro Claudio Cruz, e outros três com a SPCD e a Orquestra. As coreografias selecionadas pela Companhia para integrar o programa contêm número reduzido de intérpretes e seguem a atual necessidade de distanciamento social, levando em consideração os protocolos sanitários vigentes e o convívio pessoal entre os bailarinos. Na Orquestra, também foi limitado o número de musicistas participantes: as apresentações contarão com um quinteto de cordas, dois percussionistas e um piano, além de um violoncelo solo. Os músicos serão distribuídos em respeito ao distanciamento social e todos usarão máscara, já que não há instrumentos de sopro e, por este motivo, eles não terão divisórias de acrílico entre si.

A abertura das apresentações será com a execução, pela Orquestra, da Abertura de O Quebra-Nozes, de Piotr Ilitch Tchaikovski (1840-1893), de Piotr Ilitch Tchaikovski (1840-1893), peça musical clássica nas temporadas de final de ano.

Na segunda parte, temos o encontro da Orquestra com a SPCD em Le Spectre de La Rose, versão criada por Mario Galizzi a partir do original de 1911 de Michel Fokine (1880-1942). Acompanhado pela música de Carl Maria von Weber (1786-1826), este balé é um clássico moderno que revela a relação entre uma jovem e o espírito de uma rosa recebida por ela por um pretendente em seu primeiro baile.

Em seguida, os bailarinos da São Paulo Companhia de Dança sobem ao palco novamente acompanhados pela Orquestra para Carnaval em Veneza, coreografia de Duda Braz a partir de Carnival de Venise de Marius Petipa (1818-1910), ao som da composição de Cesare Pugni (1802-1870). A obra integra o repertório clássico de grandes companhias e, nesta versão para conjunto da SPCD, traz para a cena uma coreografia clássica vibrante e virtuosa que remete aos bailes de máscaras da Europa do século XVII. Na sequência, os músicos da Orquestra executam Valsa das Flores, de Tchaikovski, também de O Quebra Nozes.

Para encerrar a noite, será apresentada pela primeira vez para o público presencial Rococo Variations, do americano Stephen Shropshire. Nomeado este ano como coreógrafo residente da Companhia, Stephen desenvolveu toda a concepção e construção da obra virtualmente, diretamente de sua casa, na Holanda, visto que não pôde vir ao Brasil. Conduzida pela música Variações sobre um Tema Rococó, outra peça de Tchaikovski que será executada ao vivo pela Orquestra do Theatro São Pedro, a coreografia propõe uma investigação da relação da dança contemporânea com o virtuosismo da dança clássica a partir de um diálogo direto com a música. Segundo o coreógrafo, a exuberância desta composição traz um tom de celebração ao ato de dançar.

“Depois de um ano tão desafiador, é uma enorme alegria chegar ao fim de 2020 junto do público da São Paulo Companhia de Dança e, ainda mais, no palco do Theatro São Pedro, que sempre nos recebe com muito carinho. Poder dançar com a música ao vivo executada pela Orquestra do Theatro torna este momento ainda mais especial tanto para os artistas quanto para o público, que poderá acompanhar as apresentações de modo presencial ou virtual. A transmissão do espetáculo se soma às várias outras atividades que a Companhia vem desenvolvendo como parte do selo #SPCDdigital”, afirma Inês Bogéa, diretora artística e executiva da São Paulo Companhia de Dança.

“É um espetáculo especial, pois fecha um ano de muitos desafios para a cultura de São Paulo. E também marca mais uma etapa na parceria entre a Santa Marcelina Cultura e a São Paulo Companhia de Dança, que começou em 2017, quando assumimos a gestão do Theatro São Pedro. Durante a pandemia fizemos dois espetáculos conjuntos para plataformas virtuais, Matrizes e Imaginária Serenata, e dessa vez podemos levar essa parceria ao palco do São Pedro, com presença do nosso público. É como um presente de fim de ano para todos nós”, declara Paulo Zuben, diretor artístico-pedagógico da Santa Marcelina Cultura.

Os interessados em assistir às apresentações presencialmente já podem adquirir os ingressos exclusivamente no site do Theatro São Pedro (www.theatrosaopedro.byinti.com). Os valores variam de R$ 20 (meia) a R$ 40 (inteira). Quem optar por assistir à transmissão ao vivo do dia 13/12 basta acompanhar os canais digitais do Theatro.

Por Patrícia Marrese

Categorias: Uncategorized

Tags: , ,

Patrícia Marrese

Patrícia Marrese é formada em Relações Públicas pela FAAP e em ballet clássico pelo Ballet Paula Castro. É mestre em Comunicação e Cultura pela Université Côte d’Azur, na França. Atualmente, está à frente da Marrese Assessoria, Comunicação para Dança.

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos

São Paulo Companhia de Dança

São Paulo Companhia de Dança faz últimas apresentações do ano na capital paulista acompanhada pela Orquestra do Theatro São Pedro

Patricia Marrese,

A São Paulo Companhia de Dança realiza apresentações entre os dias 10 e 13 de dezembro no Theatro São Pedro.

Leia mais
Degas

MASP abre exposição Degas com 76 obras do artista francês

Patricia Marrese, 29 de novembro de 2020

O Museu de Arte de São Paulo (MASP) inaugura, no dia 04 de dezembro, a exposição Degas. No total, serão expostas 76 obras.

Leia mais
São Paulo Companhia de Dança

São Paulo Companhia de Dança aposta em leveza em reencontro com o público no Teatro Alfa

Patricia Marrese, 19 de novembro de 2020

A São Paulo Companhia de Dança, com direção artística e executiva de Inês Bogéa, sobe ao palco para duas apresentações no Teatro Alfa.

Leia mais