Ícaro Companhia de Dança apresenta espetáculo inspirado em Frédéric Chopin na Galeria Olido

Patricia Marrese, 11 de setembro de 2019

A Ícaro Companhia de Dança reapresenta o espetáculo By Chopin nos dias 27 e 28 de setembro na Galeria Olido, em São Paulo.
Cena de By Chopin, da Ícaro Cia. de Dança. Crédito Imagem: Solange Avelino

A Ícaro Companhia de Dança, fomentada e produzida pela Artesofia Produção Cultural e com direção artística de Glauco Fernando, reapresenta o espetáculo By Chopin nos dias 27 e 28 de setembro na Galeria Olido, em São Paulo. Serão duas apresentações gratuitas: na sexta-feira (27) e no sábado (28), ambas às 20h.

O espetáculo, criado por Glauco Fernando e em circulação nacional deste o primeiro semestre deste ano, é um neoclássico que utiliza recortes de onze obras musicais do pianista polonês, Frédéric Chopin (1810 – 1849), que passou a sua vida radicado na França.

A composição coreográfica, figurinos e personagens são inspirados na commedia dell’arte, forma de teatro popular improvisado que começou no século XV na Itália e se desenvolveu na França até o século XVIII. Companhias itinerantes percorriam toda a Europa para realizar as apresentações em ruas, praças públicas ou até mesmo em pequenos palcos adaptados.

“Tivemos um trabalho de dramaturgia para estudar as características de todos os personagens em cena e trazer um olhar mais contemporâneo; sem perder a essência original. Desde a construção da narrativa do espetáculo, até a parte cênica, figurinos e interpretação dos bailarinos”, explica Glauco Fernando, diretor artístico e coreógrafo da Companhia.

By Chopin já foi assistido por um público superior a 4 mil pessoas em quatro cidades, em um total de 16 apresentações e agora será a vez de retornar a São Paulo, após 10 sessões no circuito dos CEUS.

Os interessados em assistir ao espetáculo By Chopin, pela Ícaro Companhia de Dança, podem retirar os ingressos, gratuitos, diretamente na bilheteria da Galeria Olido, a partir das 19h nos dias das apresentações.

By Chopin (2019)

Coreografia e figurinos: Glauco Fernando

Música: repertório do pianista Frédéric Chopin

Iluminação: José Luiz Gioia

Cenário: Oscar Matella

Produção Executiva e roteiro: Flávio Roberto Andrade Freitas

Duração: 45 minutos

O espetáculo, neoclássico, utiliza recortes de onze obras musicais do pianista polonês, Frédéric Chopin (1810 – 1849), que passou a sua vida radicado na França. A composição coreográfica, figurinos e personagens são inspirados na commedia dell’arte, forma de teatro popular improvisado que começou no século XV na Itália e se desenvolveu na França até o século XVIII. Companhias itinerantes percorriam toda a Europa para realizar as apresentações em ruas, praças públicas ou até mesmo em pequenos palcos adaptados.

Serviço

Ícaro Companhia de Dança

Datas:

Sexta-feira | 27 de setembro | às 20h00

Sábado | 28 de setembro | às 20h00

Local: Galeria Olido (Av. São João, nº 473 – Centro – São Paulo/SP)

Telefone: (11) 2899-7370

Ingressos: Entrada gratuita

ÍCARO COMPANHIA DE DANÇA

Diretor Artístico e Coreógrafo| GLAUCO FERNANDO

Criada em 2005, a Ícaro Companhia de Dança é fomentada e produzida pela Artesofia Produção Cultural e dirigida por Glauco Fernando, bailarino, professor e coreógrafo. A Companhia busca trabalhar o estilo Neoclássico e resgatar a dança clássica, com nuances da música popular brasileira. Desde sua criação, já produziu sete espetáculos: Momentos de Hollanda (2005); Carmen (2006); Bach Barock Brasilien (2008); Grandes Clássicos (2009), Orfeu da Conceição (2009); Fascinação (2010) e By Chopin (2019).  Foi assistida por um público superior a 32 mil pessoas em 12 diferentes cidades, em mais de 85 apresentações.

Diretor Artístico e Coreógrafo| Glauco Fernando: certificado pela Royal Academy of Dance desde 1999, Glauco é formado em Ballet Clássico, repertório e técnica de pas de deux pela Silci Ballet (Silvia Cibele) e especializou-se com diversos professores e instrutores: Ilara Lopes, Jorge Peña, Kática Rocha, Ana Guedes, Jorcir Rodrigues, Victor Aukstion, Izaura Guzman, dentre outros. Glauco Fernando ingressou em renomadas escolas de dança nacionais e internacionais, como: Escola Municipal de Bailados da Cidade de São Paulo; Escola Acadêmica e Coreográfica do Ballet Bolshoi (Moscou) e; Centro Prodanza (Havana). Já atuou como solista na Companhia de Ballet da Cidade de Niterói (2001 – 2002) e como bailarino da Cisne Negro Companhia de Dança, para a montagem do espetáculo O Quebra-Nozes (2002). É diretor artístico e coreógrafo da Ícaro Companhia de Dança desde 2005, com obras que já circularam em inúmeras cidades do Brasil, além de ter fundado, em 2017, a OPHU – Orquestra Philarmônica de Uberlândia. Glauco Fernando também é professor de balé clássico e técnica de pas de deux em escolas e companhias de dança da capital e interior paulista. Atualmente, está em formação pela Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (qualificação de professores pelo método Vaganova).

Por Patrícia Marrese

Categorias: Uncategorized

Tags: , , , , , , , , , ,

Patrícia Marrese

Formada em Relações Públicas pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), é praticante de ballet clássico desde os seus sete anos, onde já dançou em escolas de dança, tais como Ballet Paula Castro e Emovere Studio de Dança.

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos

YAGP desembarca pela primeira vez em São Paulo

Patricia Marrese, 12 de setembro de 2019

O Youth America Grand Prix (YAGP) acontecerá entre os dias 17 e 20 de setembro, no Teatro Sérgio Cardoso e no Theatro Municipal de São Paulo.

Leia mais

Ícaro Companhia de Dança apresenta espetáculo inspirado em Frédéric Chopin na Galeria Olido

Patricia Marrese, 11 de setembro de 2019

A Ícaro Companhia de Dança reapresenta o espetáculo By Chopin nos dias 27 e 28 de setembro na Galeria Olido, em São Paulo.

Leia mais

Temporada do Teatro Alfa 2019 apresenta Les Ballets Jazz de Montréal

Patricia Marrese, 27 de agosto de 2019

O Teatro Alfa apresenta Les Ballets Jazz de Montréal de 30 de agosto a 1º de setembro. A obra é uma homenagem à Leonard Cohen.

Leia mais